5 dicas para se recolocar no mercado de trabalho!

0

De fato, ficar desempregado é um baque e pode desestabilizar muitas pessoas. Isso porque, as contas e responsabilidades não param após a assinatura da rescisão e o mercado está cada dia mais competitivo. 

Motivos que tornam a recolocação profissional rápida em uma necessidade. Este processo pode não ser tão simples, e quanto mais queremos algo, mais distante parece de conseguirmos. Já sentiu isso?

Se você estiver passando por essa situação, fique mais calmo (a). Existem algumas medidas que podem acelerar a recolocação e conseguir bons empregos neste momento. 

Entender que demissões acontecem e, por mais que pareçam, não são o fim do mundo é bastante importante para sair do choque psicológico e começar a agir. É válido ressaltar que recolocação profissional é um momento que possibilita diversas possibilidades.

Antigamente, este termo se referia a aqueles que queriam migrar de uma área para outra. Porém, atualmente, essa condição é mais ampla, abrangendo também quem foi desligado de seu emprego.

Mas, essa situação te dá algumas opções. Já parou para pensar nisso? Pode ser o momento certo para mudar de profissão, como tanto queria. Ou abrir seu próprio negócio, investir em um projeto pessoal, como intercâmbios, por exemplo. 

Então, a primeira dica deste conteúdo é para você ter calma, usar esta situação para refletir sobre seus próximos passos. Se seu desejo for se recolocar em outra empresa, independente do segmento, te daremos outras dicas para ser um processo mais rápido e eficiente. 

Dicas para se recolocar no mercado de trabalho

Autoconhecimento é uma palavra-chave neste momento. É preciso reformular currículo, que é sua porta de entrada, a maneira como aborda as empresas e entender a melhor forma de se portar em uma entrevista. 

Não queremos dizer que para conseguir outro emprego, precisará mudar todo seu perfil. A questão é otimizar e melhorar este processo do início ao fim  para que você se destaque entre tantos outros profissionais. 

Então, como dissemos, sair do baque inicial e começar a agir é o principal passo para se recolocar de forma mais rápida. Não se frustre, não passar em algum processo seletivo não significa que não seja um (a) ótimo (a) profissional, combinado? 

Conhecimento é fundamental para recolocação profissional

Apostar em cursos, palestras e workshops é muito importante para agregar conhecimento na sua área e também otimizar seu currículo. Aproveite os horários disponíveis na agenda e estude. 

Dessa forma, além de se tornar um profissional ainda melhor, com mais conhecimento e expertise na área, se destaca dos demais convidados que já estão acomodados com o que sabem.

Experiência é importante sim, mas sem a constante atualização de conhecimento é mais ainda. Existem áreas que mudam constantemente e novas ferramentas e métodos surgem para agregar a profissão a todo momento, o que torna os estudos ainda mais essenciais. 

Autoconhecimento

Se conhecer é tão importante quanto saber sobre sua área profissional. Identificar diferentes habilidades e seus pontos mais fracos é válido para entender onde precisa melhorar e como usar as qualidades ao seu favor. 

Por exemplo, se seu segmento é a área financeira, mas ainda não sabe como fazer algumas fórmulas no excel, que tal aprender? Com alguns cursos ou aulas online mesmo, o que era um empecilho no seu currículo, pode se tornar em um “Excel avançado” na área de conhecimento.

Faça isso com todas as áreas necessárias para se destacar no seu ramo. Com certeza, abrirá mais portas para você. 

Otimize seu currículo 

Currículo é a primeira impressão de uma empresa de você. Então, capriche neste documento tão importante. As dicas anteriores são muito importantes para conseguir montar um bom CV, então não pule as etapas. 

Um bom currículo deve ter no máximo 2 páginas, com seus grandes feitos e conquistas profissionais, experiências, dados pessoais, entre outras informações. Não abuse dos adjetivos, seja claro (a), sucinto (a) e direto (a).  

Atualize seu CV de acordo com a vaga que está se candidatando, agregando em primeiro lugar a experiência e conhecimentos de acordo com o segmento e descrição da empresa. Entretanto, não minta de forma alguma!

Muitas organizações já pedem as redes sociais profissionais dos candidatos, principalmente, o Linkedin, então já coloque no CV. Se tiver portfólio de projetos, envie também. 

Networking 

Ampliar e manter uma boa rede de relacionamentos é uma ótima forma de ficar sabendo de novas vagas, conseguir indicações e ficar por dentro do que está acontecendo dentro do mercado de trabalho.

Então mantenha contato com o máximo de pessoas que conseguir e exponha suas expectativas profissionais, talvez sua recolocação se torne mais rápida com a ajuda de algumas pessoas. 

Chegou a hora: como se preparar para a entrevista?

Após receber o convite da entrevista, o que já é um bom sinal de que a empresa gostou do seu CV, se prepare! Com isso queremos dizer que pesquisar sobre a organização, mercado e segmento da vaga é muito importante. 

Então, estude a empresa, sua missão, valores, concorrentes, principais gestores, conquistas, entre outras informações que mostrarão sua vontade de entrar nela. Isso também ajudará a entender como se vestir e a linguagem que deve usar. 

E claro, tente ficar calmo (a), nervosismo pode atrapalhar e muito.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.