Tiranossauro Rex é encontrado no Rio Grande Sul

0

Rodrigo Temp Müller, paleontólogo da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) apresentou uma descoberta de grande importância para a ciência. Seria uma espécie de novo antepassado do tiranossouro rex e do velociraptor. Ele foi encontrado na cidade de Agudo, que fica no Rio Grande do Sul.

Segundo as informações divulgadas, acredita-se que o Erythrovenator jacuiensis tenha vivido há cerca de 230 milhões de anos, existindo numa época que compreende o período triássico.

Em 2017 havia sido encontrado um osso fossilizado de uma das patas do animal, agora os estudos avançaram e puderam ser indentificadas mais informações sobre o dinossauro. Ele já é o quarto encontrado na cidade de Agudo.

Com pouco mais de 9 quilos e cerca de 2 metros, o animal era pequeno em comparação aos demais de sua família, mas bastante ágil. O “caçador vermelho do rio”, como diz seu nome, foi encontrado próximo a um rio e o nome que lhe foi atribuído tem a ver também com a coloração do fóssil.

As informações sobre a musculatura do animal, que puderam ser coletadas à partir dos estudos do fóssil, denunciam sua agilidade. Ele tinha, muito provavelmente uma boa musculatura, que lhe conferia força e agilidade.

O predador pode ter caçado alguns mamíferos e se alimentado deles em algum momento de sua existência.