Saiba quais foram os campeões mais impactantes durante o campeonato mundial de League of Legends deste ano

0

O Campeonato Mundial de League of Legends 2020 acabou e as estatísticas chegaram. O Purificador, Lucian, se destacou como a escolha mais banida do torneio.

O tradicional atirador causou estragos no Rift durante o Worlds 2020. Com a capacidade de ser triplamente flexionado, Lucian é considerado dominante em quase todas as rotas do meta. Ele poderia ser jogado como top ou bot, embora com pouco sucesso em comparação com sua posição de destaque. Ele foi considerado o mais dominante na rota do meio, particularmente no lado azul.

Devido ao seu domínio de rota e habilidade de triplo-flex, ele foi banido em 78,9% dos jogos durante o evento principal do Mundial 2020.

Embora Lucian fosse mais proeminente na mid lane, ele viu o jogo na bot lane por uma partida. O atirador da G2, Perkz, historicamente um dos maiores jogadores da Europa, utilizou Lucian na fase de draft contra o eventual vencedor DAMWON Gaming nas semifinais. Infelizmente para atirador, ele não conseguiu igualar o alcance do time adversário, o que sufocou as chances da G2 contra o time coreano. DAMWON provou ser forte demais para a G2 aguentar e acabou vencendo tudo.

O segundo e terceiro campeões mais banidos do evento principal do Mundial 2020 foram Nidalee e Twisted Fate. Ambos os campeões foram banidos em 63,2 e 60,5 por cento dos jogos, respectivamente.

Não é nenhuma surpresa que Lucian tenha se tornado tão procurado. Os melhores laners da LCK e da LPL descobriram sua força no final do Summer Split e, desde então, ele se tornou um campeão pick ou ban. Sua pressão na rota era insana e ele ainda permanece forte até hoje. Se ele não for nerfado nos próximos patches, ele manterá sua força durante o Spring Split em todas as regiões.

Embora existam maneiras diferentes de nerfar Lucian, seu estado atual é quase impossível de se jogar na rota inferior. Ele poderia ser jogado como top ou bot, embora com pouco sucesso em comparação com sua posição de destaque. Ele foi considerado o mais dominante na rota do meio, particularmente no lado azul. Dando a ele seu antigo range back e nerfing algumas proporções, ele pode se tornar mais forte na bot lane enquanto é menos escolhido nas rotas solo. No entanto, até então, tudo o que podemos fazer é esperar que a Riot ofereça suas soluções.