Neymar é cortado da Seleção e não enfrentará o Uruguai; entenda

0

O craque tem passado por algumas avaliações médicas que foram decisivas para os possíveis jogos. Infelizmente o médico afirmou que o atacante “não está pronto” para voltar aos campos de futebol.

Ele já estava fora do jogo contra a Venezuela.

Neymar Junior não participará da seleção brasileira, o jogador realizou alguns exames na noite desta quinta-feira dia 12, e constatou que não estava 100% recuperado de sua lesão.

O trauma está localizado no músculo adutor de sua perna esquerda, essa avaliação médica apontou que o atacante não conseguirá se recuperar a tempo para enfrentar o Uruguai, o jogo ocorrerá nesta próxima terça-feira.

Neymar
(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Tite, técnico da seleção, já estava ciente que não poderia contar com a participação de Neymar no jogo contra a Venezuela no Morumbi, às 21h: 30, nesta sexta-feira 13.

Mesmo sabendo da situação delicada do atacante, Tite quis esperar os resultados médicos sobre a possível recuperação do craque.

Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira, relatou como estava a situação de Neymar, “O jogador se apresentou na segunda-feira e, desde então, foi submetido a um trabalho intensivo de fisioterapia.

Ele apresentou boa evolução, mas não suficiente para que estivesse disponível para o jogo contra o Uruguai. Hoje, ao chegarmos em São Paulo, nós já tínhamos programado de realizar ultrassonografia para acompanharmos a resposta da sua cicatrização.”

De acordo com o médico, O atacante chegou a realizar corridas em volta do campo de futebol e também fez sessões de fisioterapia na academia em três turnos, no entanto ainda não está prepara para jogar, “Trouxemos ele para que ficasse próximo, para que acompanhássemos recuperação, mas tínhamos compromisso com o PSG para que eles acompanhassem à distância a evolução do jogador e o passo a passo da recuperação. Esse exame que fizemos realmente confirmou que está havendo evolução, mas que o jogador ainda não está pronto para voltar a jogar”, completou Rodrigo.

Fonte: Globo Esporte