O adeus a Maradona na Argentina

0

O adeus a Maradona ocorre na Casa Rosada, e começou às 6h desta quinta feira. Como era de se esperar, houve tumulto no início da manhã, por causa no elevado número de pessoas que queriam se despedir de seu ídolo.

Pouco antes das oito da manhã, houve um confronto entre torcedores e policiais, mas os ânimos foram contidos e tudo se acalmou. Antes de se normalizar, porém, algumas grades que cercam a Casa Rosada chegaram a ser arrancadas e arremessadas pelos visitantes.

Muitas pessoas tentavam entrar ao mesmo tempo, mas o fluxo estava sendo controlado, o que acabou gerando mais confusão.

download 4

Dentro da sede do governo, onde está o corpo de Diego Maradona, os torcedores que passam arremessam flores e camisas da seleção argentina. O caixão está fechado e coberto pela bandeira do país. O clima é de profundo pesar no país e a comoção é completa.

O maior ídolo argentino, ainda que tivesse dificuldade em lidar com suas paixões e vícios, conquistou o coração dos argentinos, mesmo os que não gostam de futebol.

reprodução UOL

A Argentina vive um dos piores momentos da Pandemia do novo coronavírus. Mesmo assim, milhares de pessoas saíram às ruas para lamentar a morte do astro.

O adeus a Maradona acontece num momento de grande fragilidade econômica, em meio a uma crise na saúde. É um momento de dor e sofrimento para um país inteiro.

Atletas e ex-atletas lamentaram a perda, se pronunciaram pelas redes sociais e prestaram solidariedade aos amigos, familiares e torcedores.