Homem negro é espancado até a morte em supermercado do grupo Carrefour em Porto Alegre

0

Infelizmente o homem não sobreviveu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Na noite desta quinta-feira 19, um homem negro foi vítima de um espancamento cometido por dois seguranças brancos de uma das redes de supermercados mais conhecidas do Brasil. 

O triste fato ocorreu na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. 

b4f20f72707ed8e643ac627d8c4569ab 1
(Foto: Marcelo Oliveira/MP/Folhapress)

Um vídeo realizado no local por testemunhas apresenta a vítima conhecida como João Alberto Silveira de 40 anos de idade apanhando de dois seguranças do Carrefour, um desses homens era policial e atuava também na equipe de monitoramento do supermercado. 

As duas pessoas responsáveis por cometer o ato criminoso foram presas em flagrante ainda no local, Giovani Gaspar da Silva de 24 anos e Magno Braz Borges são os principais suspeitos do homicídio, que está classificado como homicídio qualificado.

Giovani é um policial e foi levado para um presídio militar, Magno está detido em um prédio pertencente a Polícia Civil. 

De acordo com informações dadas pelas autoridades, um dos criminosos não possuía autorização para atuar na área de sua profissão, já o outro não possuía nenhum documento registrado, contudo, a polícia não especificou qual dos dois estava atuando de forma irregular. 

Segundo autoridades, tudo começou após uma discussão entre a vítima e uma funcionária do supermercado, no qual João Alberto teria ameaçado bater na mulher, em que logo em seguida acionou a equipe de segurança.

Não há informações de como começou o espancamento que levou a vida do senhor de 40 anos.

O Carrefour afirmou que cortou o contato com a empresa responsável pelos dois seguranças, e chamou o ocorrido de ‘ato criminoso’.