Senado mexicano aprova legalização da maconha

0

Até recentemente apenas o Canadá e o Uruguai possuía a autorização para a venda de tal substância.

O Senado mexicano aprovou uma lei que permite o uso da maconha no país, a votação ocorreu nesta quinta-feira dia 19.

De acordo com dados do governo, a função da planta será para fins medicinais e também recreativos. Foram cerca de 82 votos a favor, 18 votos contra e 7 abstenções.

O México se tornará o terceiro país do mundo a liberar essas licenças.   

Segundo o presidente da Câmara, Andrés Manuel López Obrador, a descriminação do uso da droga fará com que o crime organizado seja controlado, portanto para o dirigente, a legalização faz parte de uma estratégia de segurança no país mexicano.

Após as votações a lei será submetida a André M. López para dar seguimento a aprovação.

pexels aphiwat chuangchoem 2178565
Imagem: Pexels

Morena, um Movimento de Regeneração Nacional presente no governo do México juntamente com seus aliados possuem uma força impactante nessa votação, garantindo assim a possível aprovação Legislativa.

O grupo conhecido por Morena, possui um plano de criar um órgão voltado para a Secretária de Saúde no México, no qual permitirá o acompanhamento da produção e do cultivo da erva, além de ficar responsável pelas pesquisas, exportações, vendas, importações entre outros movimentos relacionados à maconha.

De acordo com o movimento de Regeneração Nacional, o grupo será descentralizado, não pertencerá apenas a uma entidade ou poder absoluto.

O governo do país está garantindo uma urgência na resolução dessa sessão legal à maconha.

A legislação mexicana pretende apresentar a lei até o dia 15 de dezembro deste ano.