No 1º dia de retomada, caminhão derruba poste no Amapá e deixa população sem eletricidade.

0

Depois de 22 dias com abastecimento de energia elétrica comprometido, o Amapá voltou a ter o fornecimento normalizado na última terça feira. Mesmo depois do anúncio da normalização, muitas regiões demoraram a ter eletricidade em suas casas.

No dia 21 de novembro, o Presidente Jair Bolsonaro fez uma visita ao estado do Amapá junto com sua comissão para avaliar a situação. Na ocasião, foram ligadas termoelétricas, para que fosse possível um suporte ao líder.

O desabastecimento durou 22 dias e foi causado por um incêndio na subestação do Amapá. Ontem a empresa responsável fez o reestabelecimento e o religamento do segundo transformador e normalizou-se o abastecimento.

Porém, na tarde do mesmo dia, parte da população ficou sem energia elétrica mais uma vez. Agora o motivo foi outro, um caminhão bateu em um poste de derrubou-o na Rodovia Duca Serra, que liga a capital à cidade de Santana.

whatsapp image 2020 11 24 at 21.08.50
Amapá / Foto: Danillo Borralho/Rede Amazônica

Alguns bairros da cidade de Macapá ficaram sem eletricidade até as 22h da noite da terça. Equipes foram acionadas e o problema foi solucionado, mas o transtorno causado não pode ser revertido.

Retomada após apagão

Alguns moradores ainda se sentem inseguros, mesmo que a empresa responsável pelo abastecimento elétrico tenha garantido o retorno normal. Muitos ainda não compraram seus estoques de carne ou produtos perecíveis. Alguns temem uma nova queda de energia.

A partir de agora, os amapaenses vivem um período pós estresse e os danos são tanto econômicos como psicológicos par a população. A retomada deve ser lenta, mas aos poucos tudo deve voltar ao normal.